Dia 18 – Quando nos Fazemos Fracos é Que Deus Manifesta Sua Força

“São Miguel Arcanjo, que em vosso nome trazeis a pergunta: “Quem como Deus?”, fazei-nos compreender o poder eterno do Criador em nossa vida, que se manifesta, sobretudo, na misericórdia. Ó príncipe das milícias celestes, ajudai-nos a amar nossos inimigos e rezar pelos que nos perseguem. Amém!”

(Fonte: Quaresma de São Miguel Arcanjo 2020 – Ed. Paulus)

“Seja Forte”! “Resista”! “Persevere”! “O mundo é para quem consegue resistir até o final”!

São tantas frases motivacionais que recebemos em nossa vida que se eu passasse uma semana inteira só escrevendo elas não seria possível dar conta da lista de todas. Essas frases até que em si mesmas parecem bem virtuosas e verdadeiras. Inclusive, um dos dons do Espírito Santo é a Fortaleza, não é?

É exatamente nesta última pergunta que podemos notar o imenso problema de hoje em dia, a expulsão de Deus das situações essenciais das nossas vidas. O problema de uma mentalidade que colocou o homem no centro de tudo e que colocou Deus de escanteio – e o mais distante possível. Afinal, quando Deus aparece o homem se torna insignificante diante da Onipotência, da Onisciência e Onipresença.

Já reparou como o homem busca exatamente se tornar como deuses? Isso desde o pecado original quando a serpente disse que Deus proibiu de comer o fruto da árvore da vida, pois sabia que comendo-o o homem se tornaria como Ele, como deuses (cf. Gn 3,4). E isso seduziu o homem de tal forma que ele passou por cima de tudo para sê-lo. Passou por cima da Graça, da Criação que foi colocada sob a sua administração (Deus deu ao homem tudo que foi criado, lembra?), passou por cima da amizade com Deus que tudo pode, tudo sabe e está em todo lugar.

Notem como toda a tecnologia moderna tende a encaminhar o homem para tentar  SABER DE TUDO QUE ACONTECE, ESTAR EM VÁRIOS LOCAIS AO MESMO TEMPO E TER CONTROLE SOBRE TUDO, inclusive da natureza.

Mas, tenho uma boa notícia em relação a isso: Sim! Deus nos deu tudo. Nós que o abandonamos. Nós que em vez de querermos ser como deuses EM DEUS, quisemos tomar o lugar Dele, disputar com Ele. Mas, Deus em sua Infinita Misericórdia, enviou o Seu Filho para resgatar todos que Nele cresse.

Então, as frases que deram início a essa reflexão são verdadeiras e virtuosas. O problema é no que o homem moderno as transformou. Acrescente Deus em sua vida e veja a mágica acontecer”. Tá… eu prefiro dizer: “e veja a Graça operar”.

“Seja Forte”… COM DEUS! “Resista”… EM DEUS! “Persevere”… POR DEUS! “O mundo é para quem consegue resistir até o final”… COM DEUS, EM DEUS E POR DEUS!

“Quanto a esse homem, eu me gloriarei, mas, quanto a mim mesmo, não me gloriarei, a não ser das minhas fraquezas. No entanto, se eu quisesse gloriar-me, não seria insensato, pois só estaria dizendo a verdade, mas evito gloriar-me, para que ninguém faça de mim uma ideia superior àquilo que vê em mim ou ouve de mim. E para que, pela grandeza das revelações, eu não me enchesse de orgulho, foi-me dado um espinho na carne, um mensageiro de Satanás para me esbofetear, a fim de que eu não me torne orgulhoso. A esse respeito, roquei três vezes ao Senhor que o afastasse de mim. O Senhor, porém, me disse: ‘Basta-te a minha graça: pois é na fraqueza que a força se realiza plenamente’. Por isso, de bom grade, me gloriarei das minhas fraquezas, para que a força de Cristo habite em mim: e me comprazo nas fraquezas, nos insultos, nas dificuldades, nas perseguições e nas angústias, por causa de Cristo. Com Efeito, quando sou fraco, então sou forte.” (2Cor 12, 5-10)

Do homem em Deus, Paulo diz poder se gloriar, mas a humildade e prudência devem se sobressair para não ser escândalo ao próximo. E a Graça de Deus – (“Basta-te  a minha graça”, diz o Senhor) – é tão atuante em quem está Nele, que Deus permite certos males para que o homem que está Nele não venha a se perder, se orgulhar, dar margem para a vaidade atuar.

E é exatamente nesses momentos de fraqueza, ou melhor, que reconhecemos a nossa fraqueza, que Deus revela e realiza em nós toda a Sua força, a sua Onipotência. Então, em Deus, ou seja, em Cristo, e agindo dessa forma, fazendo tudo por Cristo, com Cristo e em Cristo, poderemos dizer com São Paulo:

“Sei viver na penúria e sei viver na abundância. Aprendi a viver em toda e qualquer situação: estando farto ou passando fome, tendo de sobra ou passando falta. Tudo posso naquele que me fortalece”. (Fl 4, 12-13)

TUDO PODEMOS NAQUELE QUE NOS FORTALECE!

São Miguel Arcanjo, defendei-nos no combate e nos ajude a reconhecer que somente Quando nos Fazemos Fracos é Que Deus Manifesta Sua Força.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.