4 passos para quebrar seu hábito de pornografia – por Jason Evert

 

12115938_916412925104078_3482641596829982822_n 

 

 

 

 

“Ou o homem comanda as suas paixões e alcança a paz, ou se deixa dominar por elas e torna-se infeliz”. (Catecismo da Igreja Católica, 2339)

 

Recomendo quatro passos que te ajudarão a resistir à tentação no futuro.

 

1 – Aprofunde sua Vida de Oração

Primeiro, você deve aprofundar sua vida de oração. A oração é essencial para aqueles que querem perseverar na pureza. Em particular, vá à Missa muitas vezes, receba o sacramento da reconciliação cada vez que você cair e desenvolva uma forte devoção ao Rosário e a São José. Isso é como uns três golpes na luta contra a tentação.

 

2 – Fuja da Tentação

Em segundo lugar, sempre que você puder livre-se das ocasiões de pecado. Se você tem revistas ou vídeos pornográficos, livre-se de todos eles imediatamente. Desde que a Internet tem sido um problema, você deveria no mínimo instalar softwares de filtragem em seu computador. Você pode ainda querer considerar se existe algum jeito de você poder descansar do uso da Web completamente, ou reduzir ao máximo o acesso à Web (talvez com imagens desligadas no seu navegador ou com um navegador que usa apenas texto, como o Lynx). 

Outra estratégia útil é colocar objetos e imagens sacras onde você viu as imagens impuras. Se está na Internet, coloque um crucifixo ou imagem de Nossa Senhora no topo do computador, e tenha uma imagem sacra em seu protetor de tela ou como wallpaper. Você pode também fazer o sinal da cruz, ou se aspergir com água benta quando se sentir tentado. Santa Teresa d’Ávila disse: “Sei por experiência própria que não existe nada que coloque o demônio em fuga como a água benta”.

 

3 – Não Lute Essa Batalha Sozinho

Em terceiro lugar, encontre uma pessoa com quem você pode ser sincero a respeito de seu hábito, e preste contas a ele. Um padre, um membro da família, o ministro da juventude, ou um bom amigo que deve ser capaz de te ajudar a vencer a batalha. Como a Bíblia diz: “Dois são melhor que um… se um cai, o outro erguerá o companheiro; mas ai daquele que está sozinho quando cai e não tem ninguém para levantá-lo… e embora um homem possa ser vencido, dois podem defender-se. Um cordão de três dobras não se rompe facilmente” (Eclesiastes 4, 9-12). (O site covenanteyes.com é útil nessa área)

 É também útil ter essa pessoa em sua vida como um exemplo de como tratar os outros. No caso dos homens, o papa João Paulo II disse: “Os homens devem ser ensinados a amar, e a amar de um jeito nobre; eles devem ser educados na profundidade dessa verdade, de que na realidade a mulher é uma pessoa e não simplesmente um objeto”.

 

4 – Olhe as Suas Motivações

Em quarto lugar, dê uma olhada na sua motivação de superar o hábito. Você está simplesmente tentando dominar as tentações porque o hábito é embaraçoso ou porque você está com medo de ser descoberto? Eleve sua motivação para que você para superar o problema por causa do amor. Faça isso por amor a Deus e torne-se digno de sua futura noiva ou noivo.

Quando uma pessoa vê pornografia, em algum grau ele olha para o amor. É uma tentativa distorcida de dar-se e receber um outro. As fantasias podem parecer como se fossem inteiramente suas apesar de um milhão de outras pessoas sentirem-se do mesmo jeito em relação a isso. Se uma pessoa anseia por amor, então ele ou ela deve lutar para adquirir a abnegação que lhe permitirá amar um outro verdadeiramente. Livrar-se da pornografia não deveria estar sendo um prejuízo, mas uma oportunidade de crescer na abnegação.

Se você é jovem, imagine que você encontrou a mulher dos seus sonhos e se casou; como você carrega ela através da entrada da sua suíte de lua de mel; ela envolve seu pescoço com seus braços, olha dentro dos seus olhos e sussurra quão animada ela está. Ela te conta que tem esperado toda a sua vida por esse dia, e que para fazer esse momento mais do que especial, ela tem visto milhares de imagens pornográficas de homens na Internet. Você provavelmente a largaria no chão. Você vê, não devemos apenas esperar por nossos cônjuges com nossos corpos; devemos esperá-los com nossas mentes.

Então, por causa do amor, livre-se das revistas, vídeos e sites pornográficos. Se você é chamado ao sacramento do matrimônio, não vale a pena esperar para ver sua esposa, em vez de preencher sua mente com imagens de corpos de outras mulheres?

Se você perseverar na batalha pela pureza, você pode e perderá o desejo de ver pornografia. Você não perderá o desejo sexual, mas quando você vê outros rebaixados, você será preenchido de piedade por eles em vez de luxúria. O que muitas pessoas não percebem é que a virtude da pureza não é a aniquilação de suas atrações. Não vai matar seus desejos sexuais, ou te fazer esquecer a atratividade dos outros. A pureza abrirá seus olhos para a plena beleza que o outro possui, então você não vai querer olhar para ele como um mero corpo.

Nas obras de C. S. Lewis, “luxúria é uma coisa fraca, pobre, um sussurro de lamúrias quando comparado com a riqueza e a energia do desejo que nasce quando a luxúria morre”. Quando você se livra da pornografia e se decide de fato pelo amor, você verá que a satisfação passageira da pornografia não era nada, mas uma ilusão que te prometeu tudo e não te deu nada.

 

O que você pode fazer

Compartilhe essa postagem com seus amigos em suas redes sociais, para encorajá-los a permanecerem de pé!

__________________

Untitled

 

Jason Evert tem falado da virtude da castidade a mais de 1.000.000 de estudantes nos cinco continentes. É autor do livro Como encontrar sua alma gêmea sem perder sua alma. Vive com sua esposa, Crystalina, e seus filhos nos EUA.

 

 

Postagem original no blog The Porn Effect

Tradução: Cleiane Nunes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *