CONSAGRAÇÃO: Motivos Que Nos Recomendam Esta Devoção (2/4)

Esta Devoção Nos Proporciona as Boas Graças da Santíssima Virgem

“Vendo que alguém se lhe entrega inteiramente, para honrá-la e servir-lhe, despojando-se do que tem de mais caro para com isso adorná-la, […] faz imergir no abismo de suas graças, reveste-o de seus merecimentos, dá-lhe o apoio de seu poder, ilumina-o com sua luz, abrasa-o de seu amor, comunica-lhe suas virtudes: sua humildade, sua fé, sua pureza, etc…. […] Como, enfim, essa pessoa consagrada é toda de Maria, Maria também é toda dela.

[…]

É isto que produz na alma fiel uma grande desconfiança, desprezo e ódio de si mesmo, ao lado de uma confiança ilimitada na Santíssima Virgem, sua boa Senhora. Já não procura, como antes, o seu apoio em suas próprias disposições, intenções, méritos, virtudes e boas obras.

[…]

Esta bondosa Senhora purifica, embeleza e torna aceitáveis a seu Filho todas as nossas boas obras, porque, por essa devoção, as damos todas a Ele pelas mãos de sua Mãe Santíssima.

Ela purifica de toda mancha de amor-próprio e do apego imperceptível à criatura, apego que se insinua insensivelmente nas melhores ações. […] Ela embeleza nossas boas ações, ornando-as com seus méritos e virtudes. […] Ela apresenta essas boas obras a Jesus Cristo, pois nada retém para si do que lhe ofertamos. Tudo remete fielmente a Jesus. Se algo lhe damos a ela, damos necessariamente a Jesus. Se a louvamos e glorificamos, logo ela louva e glorifica a Jesus.

[…]

Faz Jesus aceitar essas boas obras, por pequeno e pobre que seja o presente ofertamos ao Santo dos santos e Rei dos reis. Quando apresentamos alguma coisa a Jesus, de nossa própria iniciativa e apoiamos em nossa própria capacidade e disposição, Jesus examina o presente, e muitas vezes o rejeita em vista das manchas que a dádiva contraiu do nosso amor-próprio. […] Quando, porém, lhe apresentamos algo pelas mãos puras e virginais da sua bem-amada, […] Ele não considera tanto a oferta que lhe fazemos como sua boa Mãe que lhe apresenta; não olha tanto a procedência do presente como a portadora.

Esta Devoção é um Meio Excelente de Promover a Maior Glória de Deus

Esta devoção fielmente praticada é um excelente meio de fazer com que o valor de todas as nossas boas obras contribua para a maior glória de Deus. Quase ninguém age com este nobre intuito, apesar de a isto estarmos obrigados, ou porque não conhece em que consiste a maior glória de Deus, ou porque não a quer. Mas a Santíssima Virgem, a quem conferimos o valor de nossas boas obras, sabe perfeitamente em que consiste a maior glória de deus, e nada faz que não contribua para este fim.”

Related Post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *