10 Tipos de Homens a Serem Evitados (Parte 1/3)

Jason e Crystalina Evert são um incrível casal americano que viaja o mundo ministrando palestras a jovens solteiros ou que namoram, abordando de modo especial o tema da castidade (veja uma das palestras sobre “Namoro Santo”). No livro “Como Encontrar Sua Alma Gêmea Sem Perder Sua Alma” eles se dirigem ao público feminino (principalmente às mulheres que tiveram relacionamentos problemáticos, nem sempre viveram a castidade, etc…) com conselhos preciosíssimos para os relacionamentos.

Buscarei aqui trazer um resumo (por vezes comentados) de cada capítulo do livro (livro este que cada mulher está convidadíssima a ler!). Neste post começarei com a primeira parte do primeiro capítulo. (Portanto, aguardem mais!)

Não faça do namoro uma missão

Toda mulher percebe quando algo não vai bem em um relacionamento: há uma carência de paz. Ela tem duas opções: consertá-lo ou cair fora. Muitas pensam: “depois de investir tanto no relacionamento, a última coisa que quero é jogar tudo isso fora”. Dessa forma, muitas mulheres acabam por fazer do namoro uma missão, se importando muito com o namorado e pouco consigo mesma.

Jason e Crystalina decidiram começar o livro por mostrar os tipos de homem a serem evitados para que não se caia num “namoro missionário”. Afinal, é difícil encontrar sua alma gêmea quando você se ocupa com a missão de transformar um sapo em um príncipe. A lista dos dez principais é (neste post vão 3):

a) O vira-casaca

O vira-casaca é o que oscila entre ex-namorado e namorado atual: é aquele que não pode viver sem você, mas arruma outras namoradas. Num esforço para ganhar o amor desse cara, a mulher que o namora pode aceitar sair com ele depois que já romperam, esperando que isso acenda uma centelha e ele lembre o que está perdendo. No entanto, o que ele lembra de fato é o porquê ele não quer assumi-la como namorada: ela não respeita a si mesma.

São homens fáceis de detectar: arrastam um relacionamento puramente físico, sem se incomodar em estabelecer um compromisso claro. Como ele é imaturo e ela está apaixonada e desesperada, o homem é incapaz de manter um interesse duradouro por ela. Nenhuma mulher que se compromete com esta espécie de indivíduo está preparada para um relacionamento, independente do quanto ela deseje um. O vira-casaca só tem a oferecer instabilidade emocional.

Um vira-casaca não se importa com sua situação, ao contrário, ele se aproveita do fato que a mulher não romperá de vez. A mulher é que tem medo de aceitar a situação.

Jason: Homens são criaturas simples: se quisermos estar com uma mulher, estaremos com ela. Fim de história. Se você, mulher, tiver de se convencer a si mesma de que ele se importa com você, então ele não se importa. Convidar uma mulher para sair significa que o homem prefere se arriscar a ser rejeitado do que não ter a oportunidade de estar com ela. Se um homem nunca a convida para sair, obviamente não quer fazê-lo.

Jason: O medo do compromisso é um sentimento pelo qual todos os homens são conhecidos. Todavia, nosso amor pela liberdade não é tão forte quanto nosso anseio pelo amor em si. Eis que chega um ponto na vida de um homem em que ele encontra uma mulher a quem ama mais do que sua liberdade pessoal. E ele se rende a isso, porque a liberdade existe para ser dada em consideração ao amor.

Você não precisa suplicar por atenção; faça-o empenhar-se em conquistar seu coração em vez de simplesmente entregá-lo a ele. Em vez de ficar esperando por um homem indeciso, perceba que você estaria muito melhor com alguém que mal pode esperar para comprometer-se realmente com você.

b) O sujeito problemático

O sujeito problemático é aquele que vem de uma família com distúrbios e que teve transtornos com a lei, dificuldades na escola ou no trabalho, dependência de drogas ou álcool, uma história de violência ou tudo isso junto. Os Bad boys. Quando uma mulher estabelece uma ligação com eles, começa a sentir-se preocupada e ver nele o que “ninguém mais vê”. No entanto, relacionamentos não são lugar para “consertar” um homem. Quando a mulher ignora está realidade, costuma gastar muitíssimo tempo tentando salvar seu namorado de si mesmo. Ela anseia pelo dia em que poderá olhar para ele e ver tudo o que espera que ele seja.

Num relacionamento assim, a mulher passa a ignorar seus problemas atuais e gasta tempo pensando sobre quão grande ele será no futuro. Se um indivíduo lhe fala constantemente que não pode viver sem você, ele não precisa de uma namorada, mas de um terapeuta. Enquanto ambos estiverem juntos, não podem criar uma relação saudável. Esse tipo de homem quer que sua namorada se sinta responsável por ele. Quer que ela pense que se ela partir, ele não terá escolha a não ser criar um laboratório de metanfetamina no armário. Essa é uma das maneiras com que homens manipulam garotas inseguras.

Não é trabalho de uma mulher salvar seu namorado. Somente ele pode mudar a si mesmo. Quanto mais uma menina tentar servir de “mãe” para ele, mais o processo se prolongará. Se um indivíduo usa drogas, álcool ou violência para lidar com estresse, este torna-se desculpa para seu comportamento. Tal imaturidade emocional pode ser devastadora num futuro casamento, pois matrimônio e vida adulta envolve muito estresse.

Quando uma mulher tenta servir de mãe, deve considerar que um homem não quer se casar com sua mãe, mas com sua alma gêmea. Se uma menina quer ajudar um namorado desse tipo, deve demonstrar seu amor pelo ato de deixá-lo. Ele precisa de tempo para erguer-se sobre seus próprios pés, e ela precisa descobrir que gosta dele, afinal.

c) O hormônio ambulante

Embora os homens tenham muito volume de testosterona, alguns controlam os hormônios, e outros são controlados por eles. Este último é o que será bordado aqui. O hormônio ambulante busca satisfação própria à custa das mulheres. Para alcançar sua meta, tentará manipulá-la com pressão ou culpa. As falas principais do tipo são: “Se você me amasse, demonstraria”; “Você não gosta de mim?”; “Qual o problema? Nós já fizemos isso antes”.

Se ela já fez certas coisas sexuais com ele, ele irá lembrá-la disso como um atentado. Em outras palavras, está dizendo: seu corpo não é um grande negócio. Tampouco sua alma. (veja o post sobre “Teologia do Corpo” de João Paulo II). Se ela se respeitar, não terá outra escolha a não ser dar o fora. No entanto, isso pode ser algo mais fácil dizer que fazer; geralmente a mulher cria desculpas que somente prolongam o problema, devido ao apego à pessoa gerado na mulher com a relação sexual. O sexo é um vínculo muito belo e elevado que quando usado fora do matrimônio gera consequências psíquicas desastrosas, já que um namoro não tem a estabilidade advinda do Sacramento do Matrimônio.

Encoberta pelas racionalizações das desculpas está uma intuição dada por Deus, que serve como bússola para encontrar o amor autêntico. Quando as mulheres começam a duvidar da voz da consciência ou ignorá-la, tornam-se seus piores inimigos. Os hormônios ambulantes preferem mulheres com baixa autoestima, por causa de seu medo de rejeição. Se você não evita esses homens por si mesma, faça isso ao menos pelo bem de seus futuros filhos. Tais homens agem como parasitas, mesmo sendo pais, e suas crianças merecem um pai melhor.

Na categoria “hormônio ambulante” está os homens que veem pornografia ou pedem a você que envie fotos provocantes de si mesma.

Jason: Se você estiver inclinada a tolerar este comportamento em um homem, permita-me explicar (como homem que viu muita pornografia quando adolescente) o que ele na mente masculina. A pornografia exercita o cérebro na associação do prazer sexual a fantasias inúteis e até proibidas. Nenhuma esposa pode competir com isso, pois matrimônio requer respeito e reverência, sem mencionar monogamia. Tal homem salta de um site pornográfico para outro, entedia-se com supermodelos em questão de segundos. Ele destruiu sua capacidade de ser seduzido.

Tal homem treinou a si no egoísmo e na luxúria. Ele verá sua esposa como válvula de escape para o que acredita ser suas necessidades sexuais. Porque lhe falta o autocontrole que torna o amor possível, ele é incapaz de fazer de si um presente para sua mulher. Quando um marido se volta à pornografia, passa a ter uma noção deturpada do real significado de fidelidade.

No próximo post irei falar de mais três tipos de homens que toda mulher deve evitar firmar um compromisso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *